as Teorias Políticas Contemporâneas

29-01-2016 13:45

 

O livro “Teorias Políticas Contemporâneas” dos autores José Gomes André, Bruno Peixe Dias e José Manuel Santos só está disponível nas livrarias em Fevereiro, mas o OLHAR DIREITO esteve à conversa com os dois primeiros no dia do lançamento para perceber os motivos da iniciativa e explorar as ideias contidas na obra. 

Os autores pretenderam juntar vários autores portugueses e estrangeiros num livro, em particular académicos especializados de diversas ideologias. Bruno Peixe Dias explica que “a obra cruza pensadores da direita e da esquerda”, mas também estão presente várias correntes do pensamento contemporâneo, embora mantendo uma distância relativamente à “filosofia anglo-saxónica com cariz mais analítico e centrado à volta de John Rawls”. O autor acrescenta a importância de publicar algo diferente dos livros disponíveis no mercado português.

A publicação inclui pensamentos de autores estrangeiros, nacionais e dos três académicos que tiveram a ideia. No entanto, a principal missão passa por divulgar “o trabalho dos investigadores ”. José Gomes André assegura que “queremos que o público se interesse pelas linhas de pensamento dos grandes autores contemporâneos”. Bruno Dias vai mais longe ao afirmar que “também pretendemos obrigar as pessoas a pensarem”.

 

José Gomes André “A nossa visão do mundo é construída a partir das vastas experiências, estudos e vivências”.

Bruno Peixe Dias “A filosofia tem o dever de acolher o mundo”.

 

A importância das ideias plasmadas no livro chegarem ao leitor está vincada na mensagem dos académicos. José Gomes André faz uma explicação perfeita sobre os objectivos que estiveram na base do esforço colectivo para concretizar um desejo antigo. Em primeiro lugar, “dar uma ferramenta relativamente à diversidade do pensamento político contemporâneo porque não existe um pensamento único”. Em segundo, “permitir ao leitor ter um guia de acesso aos autores fundamentais para efectuar a própria interpretação dos temas relevantes”. O docente lança um desafio para as pessoas “fazerem uma construção política”. Por seu lado, Bruno Dias acredita que o livro pode “mapear o terreno da teoria política contemporânea”.

Os autores acreditam que o interesse dos leitores não vai ficar pela leitura do livro. Isto é, José Gomes André e Bruno Peixe Dias esperam que cada pessoa utilize a obra para “suscitar discussão, promover debates, paixão, investigações e teses científicas”.

 

José Gomes André “Temos de contrariar a ideia que os temas complexos pertencem a uma elite”.

Bruno Peixe Dias “Esperamos que haja mais intervenção sobre as ideias que estão no livro”.

 

A obra recentemente publicada pode ser definida como política e filosófica porque utiliza ferramentas “filosóficas da análise, interpretação e crítica para compreender o fenómeno político”. A análise filosófica permite que o fenómeno possa ser melhor compreendido, mesmo não tendo uma abordagem da própria filosofia.

A apresentação e a publicação do livro surgem num contexto político interessante, já que, em Portugal ocorreram as eleições legislativas e presidenciais, enquanto, nos Estados Unidos vão começar as primárias. José Gomes André e Bruno Peixe Dias garantem que não querem “condicionar o actual momento político” porque “a política não são apenas os momentos eleitorais”. 

Contactos

Interview Request Olhardireitomedia@gmail.com